Férias remuneradas: saiba como exigir esse direito

Home - Maurício Barella Advogados CURRÍCULOS ESCRITÓRIO SÃO PAULO ATUAÇÃO TRIBUTOS ARTIGOS FAVORITOS CONTATO Tel: (11) 3106-3845

Advogados em São Paulo

 
 

Férias remuneradas: saiba como exigir esse direito

 

 

Publicado em 17/3/2008 13:15:24

O “yuukuu” chega a até 20 dias por ano para quem tem mais de seis anos e meio na mesma empresa

Aichi, Nagoya - Priscila Hayashi/ipcdigital.com

"Yuukyuu" é uma abreviação de nenji yuukyuu kyuuka ou "férias remuneradas". Receber pelo período de descanso é direito de todos os trabalhadores japoneses ou não. A quantidade de dias varia de acordo com o tempo de empresa e as horas trabalhadas por semana. Quem trabalha mais de 30 horas e já está há um ano e meio no mesmo emprego, por exemplo, recebe 11 dias de folga.
O benefício passa a valer a partir do 6º mês consecutivo na mesma companhia. De acordo com Akio Kato, inspetor de normas trabalhistas de Aichi, para ter direito é preciso ter comparecido ao trabalho em pelo menos 80% do tempo determinado em contrato. "Quem trabalha em sistema de help, arubaito ou não tem horário ou dia determinados, também têm o mesmo direito, mas fica a cargo da contratante controlar a freqüência e as folgas".
Quem paga pelo direito na Secretaria do Trabalho é a empresa - não há descontos no salário. E as férias remuneradas não têm relação com o seguro social (shakai hoken) - este, sim, descontado no contracheque.
O período máximo para pedir o direito é de 2 anos. "Esse é o limite para acumular as férias", explica Kato. Depois os dias são automaticamente perdidos. Quem tem dúvidas, deve procurar o roodookijun kantokusho (Secretaria de Direitos Trabalhistas) da cidade onde a empresa está registrada. 
 

Advogados em São Paulo - SP Escritório de Advocacia Maurício Barella: os textos disponibilizados nessa home page por nossos advogados visam apresentar aspectos gerais sobre os principais assuntos que são rotineiros em nosso escritório. Os comentários realizados por nossos advogados não devem ser utilizados como pareceres jurídicos ou consultas, pois existem diversos entendimentos nos tribunais sobre esses assuntos, devendo cada caso ser analisado pormenorizadamente e mediante a contratação de um advogado de confiança do cliente. A reprodução dos textos é permitida desde que seja reproduzido na íntegra e seja mencionada a origem e autoria nos termos previstos na Lei de Direitos Autorais. Advogados em São Paulo - SP

 
 

Caso você tenha alguma dúvida ou sugestão sobre qualquer um dos textos ou assuntos relacionados, consulte-nos através do nosso e-mail contato@advogadosemsaopaulo.adv.br e telefone (11) 3106-3845 ou pelo formulário.

Rua Condessa de São Joaquim, 310 Bela Vista São Paulo SP

Clique aqui para adicionar nossos advogados aos seus favoritos