Como vender imóvel em leilão? Advogados em São Paulo

Como vender imóvel em leilao?

Como vender imóvel em leilão?

Para vender imóvel em leilão deve-se escolher um modelo, que pode ser o leilão por proposta ou por venda direta. Dependendo do interesse e disponibilidade dos proprietários, os imóveis poderão ser visitados pelos interessados, possibilitando o conhecimento do seu interior.

Nos outros modelos de leilão isso já não é possível, pois os imóveis podem estar ainda ocupados pelos devedores ou terceiros.

Nos leilões judiciais ou decorrentes de alienação fiduciária, os imóveis são vendidos através de leilão para que as dívidas de seus proprietários sejam pagas, restando ao devedor tentar renegociar seus débitos antes do leilão.

Contudo, nos leilões de venda direta, é preciso conhecer as razões pelas quais um proprietário aceita desfazer-se de um determinado bem a um valor abaixo das avaliações do mercado. Ao compreender essas razões, fica mais fácil entender o mecanismo dos leilões de imóveis.

Independente do modelo de leilão, é imprescindível o acompanhamento de todo o processo por um escritório especializado em leilão de imóveis para a segurança de todo o processo.

Estas são algumas das razões pelas quais vendedores levam seus bens a leilão:

  1. Um processo rápido, pois o leilão é algo imediato. Ele acontece em determinado período de tempo e se finaliza. É rápido e eficiente. Sabendo disso, arrematantes podem estimar qual a urgência que um vendedor tem para se desfazer de um bem, e usar isso para agir adequadamente.
  2. Vendedores controlam o dia e a hora e as condições de venda, economizando horas e despesas com a dispersão de publicidade.
  3. Leiloeiros já possuem relação de investidores interessados na compra de imóveis com valores abaixo do valor de mercado.
  4. Arrematantes já estão preparados para a compra em leilão, e já possuem disponibilidade financeira para a compra imediata, sem financiamentos e sem burocracia.
  5. Não existem negociações para reduzir o preço do imóvel nem recebimentos de propostas indecorosas que desvalorizam o patrimônio do vendedor.
  6. Leilões funcionam tanto em um mercado aquecido quanto em um mercado desaquecido,
  7. A internet vem impulsionando cada vez mais os leilões, dando publicidade para milhares de investidores que podem participar de leilões sem ter que se deslocarem.

Venda de imóvel em leilão por particulares

Em se tratando da venda de um imóvel por particular em leilão, a ele compete a escolha da melhor modalidade e a espécie de leilão, podendo optar pelo leilão de propostas ou pelo leilão de venda direta.

Em qualquer das duas modalidades, a depender do interesse e disponibilidade dos proprietários, os imóveis poderão ser visitados pelos interessados, possibilitando o conhecimento do interior do imóvel, o que não acontece nos demais tipos de leilões porque os imóveis podem estar ainda ocupados pelos devedores ou terceiros.

Leilão por propostas

No leilão por propostas, o vendedor apresenta as condições de pagamento e a avaliação de mercado do imóvel, podendo disponibilizá-lo para venda, para quem fizer a proposta que for mais vantajosa a ele, sem que seja estabelecido o limite mínimo pelo qual o imóvel seria vendido.

Nessas propostas, o proprietário não se obriga a aceitar nenhuma das propostas recebidas, o que não garante ao melhor proponente o direito de compra da propriedade.

Porém, a depender da urgência do vendedor, este pode também aceitar a proposta ofertada pelo primeiro interessado, não sendo obrigado a aguardar o término do prazo do leilão, o que pode possibilitar a aquisição de imóveis em ótimas condições.

Leilão por venda direta

Na venda direta por leilão, o proprietário se compromete a vender o imóvel para quem oferecer o preço mínimo por ele estabelecido nas condições de venda, garantindo, portanto, maior segurança aos investidores.

Nesta modalidade os interessados podem ofertar seus lances a qualquer momento, mas precisam aguardar o fim do prazo estabelecido nas condições de venda para ser reconhecido como vencedor.

Na venda de imóvel pertencente a um particular, todas as certidões negativas de praxe tanto dos vendedores quanto do imóvel leiloado, deverão ser providenciadas para que o arrematante vencedor possa efetuar a transação com segurança e transparência.

Assessoria e Análise Jurídica

Para comprar e vender imóvel em leilão é importante ter uma assessoria de um advogado e uma análise jurídica do referido leilão para que haja segurança e tranquilidade nesta transação.