Modelo de Leilão - Advogados em São Paulo

Dentre os diversos modelos de leilão, as quatro principais modalidades são:

Modelo de leilão

O modelo descendente

O modelo holandês (Duch) é baseado no modelo grego de leilão descendente, em que o preço é reduzido até atingir um vendedor ou o limite pelo qual o comitente estaria disposto a vender.

Essa modalidade é utilizada atualmente no sistema de licitação público dos pregões eletrônicos. O ente licitante inicia o leilão pelo maior valor cadastrado e os participantes vão ofertando valores reduzidos, até que o menor lance ofertado seja contratado para a entrega dos bens.

O modelo ascendente

O segundo modelo é o inglês, em que o leilão inicia no lance mínimo e vai aumentando de acordo com os lances recebidos.

Esse modelo é o utilizado nos leilões de imóveis, quando o edital estabelece o valor mínimo e os interessados disputam entre si quem será o vencedor, ofertando o maior lance.

O modelo da proposta fechada

O terceiro modelo é o leilão por envelope fechado, sendo vendido ao comprador que der a maior proposta, respeitando-se o valor mínimo estabelecido pelo edital, porém desconhecendo-se as demais propostas.

Esse modelo é ainda utilizado em leilões decorrentes de processos de falências de empresas, bem como nos leilões denominados concorrências públicas realizados pela Caixa Econômica Federal.

Aparentemente esse modelo é, em nossa opinião, o que melhor pode representar os direitos dos vendedores. Independentemente da existência de um único interessado ou de diversos interessados na disputa por determinado bem, todos eles dariam de uma única vez a sua maior proposta, o que não acontece nos leilões, quando somente aparece um único interessado que arremata o bem pelo menor valor possível.

O modelo misto

O quarto modelo, muito interessante, é uma variável do modelo inglês, podendo ser utilizado tanto no leilão tradicional, quanto por envelope fechado, com a seguinte distinção: o comprador que der o lance vencedor, ou a maior proposta, vence, porém paga o valor da segunda maior proposta.

Ou seja, estando o bem disputado por dois compradores, um oferece R$ 100.000 e outro oferece R$ 110.000, ele ganhará o leilão se não houver outro lance, e pagará apenas R$ 100.000.

Esta última modalidade ainda não se aplica no Brasil, até onde temos conhecimento.

Entendendo o Sistema de Leilão - História

Segundo se tem notícias, o sistema de leilão foi desenvolvido pelos Gregos 500 anos antes de Cristo, e naquele tempo filhas eram leiloadas para serem esposas dos arrematantes.

O sistema de leilão naquela época era o descendente, em que o preço inicial era alto, e era reduzido gradualmente até que o primeiro interessado desse o lance e se tornava o marido.

Em Roma, nos anos de Cristo, leilões eram muito populares para venda de bens apreendidos na guerra ou de pertences dos imperadores, sendo que o leilão se iniciava quando o leiloeiro cravava sua espada na terra. Atualmente os leiloeiros usam os martelos para simbolizar o encerramento de cada lote.

Nos Estados Unidos, os leilões são conhecidos desde os tempos dos peregrinos por volta de 1600 e continuaram populares durante a colonização, com a venda de bens importados, ferramentas, milhos, tabaco, escravos e até mesmo fazendas. Vender em leilões era a forma mais rápida e mais eficiente de transformar bens em dinheiro.

Devido à falta de estrutura física e condições para realização dos leilões, eles foram sendo deixados de lado, até após a Segunda Guerra Mundial, quando passou a ser utilizado para venda de produtos e imóveis, pois era a forma mais rápida para vender um bem de alto valor.

Por volta de 1990, leiloeiros passaram a usar computadores e máquinas fotográficas para ajudar na divulgação dos leilões, mas foi apenas na década de 90 que os leilões passaram a invadir o espaço cibernético, com o lançamento em 1995 do site americano ebay.

Desde então os leilões vêm sendo reconhecidos e utilizados como a forma mais transparente de venda de bens de entes públicos para particulares, e entre particulares.

Esperamos que um pouco de história do surgimento de leilões tenha te dado subsídios para entender os atuais modelos existentes.

Caso tenha interesse em conhecer mais sobre os modelos de leilões, entre em contato conosco. Nosso escritório de advocacia é especializado em leilões de imóveis há mais de 20 anos.